• Ana Paula

15 ferramentas de gestão de conteúdo para jornalistas

Atualizado: há 3 dias

Para descobrir pautas, elaborar uma matéria, publicá-la e acompanhar a circulação do conteúdo, o jornalista pode contar com diversas ferramentas.

Algumas delas são criadas pelas próprias empresas de comunicação.

Outra grande parte faz parte de plataformas e programas originalmente criados para o divertimento e uso pessoal, mas que se tornaram verdadeiras jóias para os jornalistas.

As principais redes sociais, por exemplo, possuem dentro delas ferramentas que oferecem dados e funções úteis para o exercício da profissão.

E o melhor de tudo: gratuitamente.

Neste post eu vou apresentar a você:

  • Lista com as 12 ferramentas de gestão de conteúdo para jornalistas;

  • As 12 ferramentas de gestão de conteúdo para jornalistas divididas por seções do trabalho jornalístico com os resumos de cada uma delas;

  • 3 apps úteis para jornalistas.




FERRAMENTAS DE GESTÃO DE CONTEÚDO PARA JORNALISTAS


1. Trend topics

2. Trending topics

3. Redes sociais para procurar personagens e fontes

4. Chats e bate-papos de redes sociais para entrevistas

5. Redes sociais para conhecer melhor a fonte

6. Redes sociais para conhecer assuntos especializados

7. Facebook - Live

8. Youtube - ao vivo

9. Twitter

10. Instagram

11. Google Analytics

12. Comscore

13. Adobe Photoshop Fix

14. Bigvu

15. HelloTalk As ferramentas serão indicadas por seções que compõem o trabalho jornalístico.

Não deixe de comentar se você conhece alguma outra que pode ser útil para a nossa profissão!



PAUTAS



1. Trend topics


Ferramenta de pesquisa de tendências do Google.

É possível pesquisar por:


  • Palavra-chave;

  • Categoria;

  • Ano;

  • Região;

  • Sub-região;

  • Quais os assuntos mais procurados;

  • Descobrir o quanto as pessoas buscaram por determinado assunto ao longo de determinado período e muito mais.


Outra vantagem é que os dados são expostos de forma organizado, colorida e bem distribuída - não somente um conjunto de dados.

É um verdadeiro achado!

Navegue pelo site e descubra mais funcionalidades.



2. Trending topics


Trending topics são as palavras relacionadas aos assuntos mais postados e comentados no Twitter em formato de lista.

Semelhante ao trend topics do Google, os TT's (como também são conhecidos) referem-se somente a assuntos comentados dentro da rede social Twitter, mas é uma excelente fonte de dados para que se conheça os assuntos de interesse do público e a forma como ela é vista, interpretada e compartilhada.



Dicas de cursos:

Como fazer uma pauta jornalística passo a passo

+ dicas na página de cursos


FERRAMENTAS DE PRODUÇÃO


3. Redes sociais para procurar personagens e fontes


É possível encontrar posts pelas diferentes redes sociais de jornalistas procurando por determinados personagens e fontes.

Se está sendo produzida uma matéria sobre atletas de determinado esporte, por exemplo, o jornalista pode pedir o auxílio de seus seguidores e amigos das redes para encontrar pessoas que sejam atletas e possam colaborar.

Esse tipo de atividade pode ser feita no Facebook, Twitter, LinkedIn, Instagram e em muitas outras redes sociais.

4. Chats e bate-papos de redes sociais para entrevistas


Com o grande uso das redes sociais por parte da grande maioria da população e em razão da rotina cheia de compromissos, muitos jornalistas não conseguem agendar horários para entrevistas presenciais com suas fontes.

Nesse sentido, os chats e bate-papos das redes sociais como o Messenger, WhatsApp, chats e directs podem promover esse intermédio entre os dois sem que haja a necessidade de deslocamento e conflito de agendas.

Vale lembrar, porém, que o contato pessoal ainda é a melhor alternativa.

5. Redes sociais para conhecer melhor a fonte


Muitos jornalistas já devem ter passado pela situação de entrevistar uma fonte de última hora e não tê-la conhecido suficientemente para enriquecer sua entrevista.

Nesse caso, visualizar as redes sociais do entrevistado pode revelar muitas coisas: as páginas curtidas indicam os hobbies, atividades, gostos musicais, partidos políticos, artistas preferidos, leituras e muito mais; as fotos e vídeos podem revelar predileções do entrevistado e sua rotina.

6. Redes sociais para conhecer assuntos especializados


No caso em que a pauta trata sobre um assunto mais especializado, conhecer uma página autenticada nas redes sociais pode fornecer informações verídicas e de forma acessível ao jornalista.



COBERTURAS EM TEMPO REAL



7. Facebook - Live

O Facebook live permite a transmissão ao vivo para a audiência da rede social e já foi e é utilizada por veículos de comunicação transmissão alguns eventos noticiosos. O Jornal da Cultura, por exemplo, faz a transmissão ao vivo todos os dias do telejornal pela página do Facebook e pelo canal no Youtube.

8. Youtube - ao vivo

Como no Facebook, oferece a função de transmissão ao vivo. Acontecimentos noticiosos ao retor do mundo são transmitidos todos os dias sobre os mais diferentes assuntos. Como mencionado na opção anterior, o Jornal da Cultura transmite o telejornal todos os dias ao vivo pelo Youtube.



9. Twitter

Outra rede social que também faz transmissões ao vivo.

10. Instagram


A rede social também oferece o recurso de transmissões ao vivo.


Dicas de cursos:

Como fazer apuração jornalística com Google Hacking

+ dicas na página de cursos



FERRAMENTAS PARA ACOMPANHAMENTO DA CIRCULAÇÃO


11. Google Analytics


Essa ferramenta do Google é uma das mais populares para a obtenção de dados para acompanhamento de audiência online.

No G. Analytics é possível conhecer o número de acessos em tempo real ou por determinado período ao conteúdo publicado em um site de notícias/blog, de onde vem o tráfego (buscas orgânicas, redes sociais etc), interações com mídia social e muito mais.

Um excelente recurso e ideal para saber como está sendo a recepção do conteúdo pelo público.

12. ComScore


A Comscore é uma ferramenta paga e muito utilizada por empresas de comunicação.

Oferece dados de circulação de conteúdo bem específicas e pode ser uma outra alternativa ainda mais completa ao Google Analytics.




Dicas de cursos:

Google Analytics para Jornalistas

Como escrever textos para a web da forma correta

+ dicas na página de cursos


Aplicativos úteis para jornalistas

O site da IJNET (Rede de jornalistas internacionais) fez, em 2017, uma relação de apps úteis para jornalistas que podem ser usados facilmente por meio de um smartphone, por exemplo, para edições de imagem, criação de apresentações e muito mais.

Confira a lista abaixo:

13. Adobe Photoshop Fix (disponível para IOS e Android)


Essa ferramenta da Adobe permite cortes, retoques, correções de cor e muitas outras funções de edição de imagens.

14. Bigvu (Disponível para IOS e Android)


Fiquei realmente impressionada com esse aplicativo GRATUITO (alguns serviços estão disponíveis somente na versão premium) que é um verdadeiro achado para o jornalista.


O smartphone se transforma em um verdadeiro estúdio jornalístico portátil porque nele é possível gravar vídeos e utilizar a tela como teleprompter e ainda é possível editar os vídeos e compartilhá-los.


15. HelloTalk (Disponível no iTunes e Google Play)


O HelloTalk pode fornecer aos jornalistas conexão com fontes em países estrangeiros, porque permite a tradução, correção gramatical e transcrição de áudio para texto (e vice versa).


Além disso ele também é uma espécie de mídia em que você consegue se comunicar com falantes nativos.


--

Se você gostou desse conteúdo ou se achou útil de alguma forma:

  • Dê um like no post;

  • Comente

  • Se inscreva para receber notificações sempre que um novo post sair.


LEMBRETE: Fique à vontade para divulgar o conteúdo do blog, desde que sejam atribuídos os créditos com os devidos links para o conteúdo original – post ou página.

Siga o Jornalístico no Instagram: @jornalistico_


Com a missão de compartilhar a minha experiência e os meus estudos nessas áreas eu compartilho os mais diversos conteúdos escritos com muita dedicação e gratuitamente.


Mas se você tem condições e tempo mínimos para investir na sua formação e conhecimento, eu recomendo que você esteja sempre a frente e estude sempre e da forma mais profissional possível.


Você quer se sair melhor na área que você estuda? Faça cursos.

Você deseja se tornar ainda melhor no que já faz e se diferenciar? Faça cursos.

Você quer aprender o que é necessário para estar sempre a frente? Faça cursos.


Eu me preocupo muito com isso e por isso fiz uma página aqui no blog só com sugestões de bons cursos.


Clique aqui e não deixe de conferir o que você mais precisa.


Se você estuda Jornalismo, aproveite para complementar e atualizar a sua formação com cursos com certificado e online.


Se você sonha em se tornar jornalista um dia ou de trabalhar na área da comunicação, antecipe a sua formação, comece desde já a conhecer técnicas básicas da profissão e saia na frente.

Publicidade

Recentes

© 2018 POR JORNALÍSTICO. ORGULHOSAMENTE CRIADO COM WIX.COM

  • Facebook Basic Black
  • Twitter Basic Black
  • Instagram Basic Black