• Autor

Resumo Economia e Jornalismo (Parte I - Fundamentos de economia)

Nessa série de posts composta por 6 partes eu vou trazer um pouco do que eu aprendi durante a disciplina na faculdade em um resumo muito objetivo.


Eu recomendo que você salve o link desse post caso precise consultar rapidamente a definição de algum termo ou conceito ou precise retomar algum dos conteúdos.


Serão abordados nesse resumo:


Parte I - Fundamentos de economia

Parte II - Blocos econômicos e globalização

Parte III - Cenário brasileiro no plano da economia

Parte IV - Relação do jornalismo com a economia

Parte V - Economia e contabilidade

Parte VI - Economia contemporânea


Se você precisava de um resumo com o principais conceitos, definições, explicações e exemplos de economia no jornalismo, esse artigo foi feito para você.


Nessa primeira parte veremos os fundamentos de economia.


Resumo Economia e Jornalismo (Parte I - Fundamentos de economia)


CONTEXTUALIZAÇÃO

A economia faz parte da vida das pessoas, e por ser um assunto muitas vezes complexo, cabe ao jornalista traduzir esses dados de forma clara para o público.


Além de saber interpretar gráficos e números, o estudante de jornalismo precisa compreender que a economia está em todo o cotidiano da sociedade e o público conta com o auxílio do jornalismo para entender os reflexos de grandes eventos econômicos no seu bolso, no seu comportamento e no seu estilo de vida.


A disciplina de economia costuma estar presente de forma comum em praticamente todas as grades curriculares do curso de jornalismo.


O QUE É ECONOMIA?

Segundo Haffner (2013, p. 13) a economia “estuda o modo como os indivíduos e a sociedade decidem utilizar recursos produtivos escassos na produção de bens e serviços”.


FUNDAMENTOS DE ECONOMIA

Recursos: se refere a recursos financeiros, tempo, matéria-prima, mão de obra entre outros


Macroeconomia: economia como um todo; analisa renda, emprego, taxa de juros


Microeconomia: formação de preços no mercado; relação empresa e consumidor na tomada do preço e da quantidade de um produto ou serviço; economia do dia a dia


Lei da oferta e demanda: quanto maior a oferta, menor é a demanda, menor é o preço. Quanto menor a oferta, maior é a demanda, maior é o preço


Fases do pensamento econômico:

  • Fisiocracia (Século XVIII) - a terra é a única fonte de riqueza; um dos principais pensadores: François Quesnay;

  • Escola clássica - Origem do liberalismo; defesa da liberdade individual e econômica; Estado menos intervencionista na parte econômica e mais na ordem e na soberania. Principal nome: Adam Smith, livro “A riqueza das nações” (1776).

  • Escola neoclássica - retomada e um novo olhar sob os conceitos da escola clássica; microeconomia e comportamento do consumidor; um dos principais nomes: William Stanley Jevons;

  • Teoria Keynesiana - Defende que em uma economia em recessão é preciso a intervenção do Estado; Principal nome: John Maynard Keynes (1883-1946).

  • Escola Marxista - Propriedade coletiva dos meios de produção para corrigir as desigualdades econômicas dentro de formulações igualitárias; Principal nome: Karl Marx (1818-1883) com a obra “O Capital”.

SISTEMAS ECONÔMICOS

Sistema capitalista: propriedade privada dos meios de produção; maximização dos lucros; liberdade de iniciativa dos próprios cidadãos; regido pelo mercado; surgiu com a Revolução Industrial do século XVII e predomina no século XX


Sistema socialista: sistema político, econômico e social; comunidade como detentora dos modos e meios de produção; o socialismo surgiu como base em estudos de Karl Marx. Ele afirmava que a luta de classes é responsável pela nossa realidade social


ERAS DA ECONOMIA

Era agrícola: tornou-se um setor econômico indispensável e fundamental para o mundo; a produção de alimentos evoluiu com o avanço tecnológico


Era industrial: transformação econômica, social e tecnológica; indústrias beneficiaram a produção, a economia, a educação e a vida das pessoas de modo geral; indústrias facilitaram os modos de produção


Era da informação: movimento do mundo analógico para o mundo digital; vida conectada - a economia se baseia em um clique


CICLOS ECONÔMICOS

Ciclo econômico: fenômeno macroeconômico das taxas de crescimento da produção e de emprego de um país a curto prazo


Fases do ciclo econômico:

  • Depressão (desaceleração da economia);

  • Recuperação (reação da economia);

  • Auge (plena produção e crescimento. Não pode ser previsto)


SETORES ECONÔMICOS

Setor primário: produção por meio da exploração de recursos da natureza

Setor secundário: indústria

Setor terciário: prestação de serviços a pessoas ou empresas

Setor quaternário: serviços intelectuais baseados no conhecimento

Setor quinário: economia colaborativa. Os serviços não têm objetivo final de lucro


Referência citada:


HAFFNER, J. Microeconomia. Curitiba: InterSaberes, 2013.


Valorize o meu trabalho 🙏 Inscreva-se no blog e compartilhe esse conteúdo.


Lembrete: Fique à vontade para divulgar o conteúdo do blog, desde que sejam atribuídos os créditos com os devidos links para o conteúdo original – post ou página.


Posts recentes

Ver tudo
Publicidade

Quer receber notificações?

Inscreva-se e receba uma notificação sempre que um novo post for publicado

Recentes

© 2018 POR JORNALÍSTICO. ORGULHOSAMENTE CRIADO COM WIX.COM

  • Facebook Basic Black
  • Twitter Basic Black
  • Instagram Basic Black